Ir para conteúdo

[Tributo]
Rota das Bandeiras repassa R$ 868,4 mil em imposto para Paulínia

Valor é referente ao ISS recolhido nas praças de pedágio e sobre a contratação de terceiros para prestação de serviços durante o ano de 2019

21 jan 2020 – 5h30
Obras de terceiros na remodelação de dispositivos e recuperação de pavimento impactam repasse (Foto: Divulgação)

AConcessionária Rota das Bandeiras repassou R$ 868.483,98 para Paulínia durante o ano de 2019. O valor é referente ao Imposto Sobre Serviços (ISS) recolhido nas praças de pedágio administrada pela empresa na cidade e também sobre a contratação de terceiros para a prestação de serviços no trecho da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332) que corta o município, como a realização de obras.

As 17 cidades que compõem o Corredor Dom Pedro de rodovias receberam no ano passado um total de R$ 45,5 milhões em ISS. Desde o início da concessão, em 2009, de acordo com a Rota das Bandeiras, o montante total do valor de repasse chega a R$ 309 milhões para esses municípios.

Paulínia ficou atrás de 15 cidades no quesito repasse em ISS da Rota das Bandeiras durante 2019, como Artur Nogueira (R$ 984.449,28), Conchal (R$ 2.040.140,04), Cosmópolis (R$ 1.253.607,60) e Engenheiro Coelho (R$ 883.894,76). Encerrou o ano passado à frente apenas de Mogi Guaçu (R$ 36.398,46) e Morungaba (R$ 2.470,70).

O valor pago a cada município é calculado com base na extensão da rodovia que passa pelo território do município, de acordo com o que determina o Contrato de Concessão do Corredor Dom Pedro, supervisionado pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). Cada cidade tem liberdade para destinar esse montante a diferentes áreas, como Saúde e Educação, conforme a sua necessidade.

Município com maior extensão do Corredor Dom Pedro, Campinas recebeu, em 2019, R$ 10,6 milhões, figurando na primeira colocação. O repasse foi impulsionado pelas obras de remodelação de dispositivos, como os novos trevos Galleria e Carrefour, implantação de marginais da Rodovia D. Pedro I (SP-065) e do prolongamento do anel viário Magalhães Teixeira (SP-083).

Na segunda posição, aparece Itatiba, com o repasse de R$ 4,9 milhões, seguido de Nazaré Paulista, com R$ 4,5 milhões. O repasse para Jundiaí foi o que teve maior variação entre 2018 e 2019. Com a obra de duplicação da SPA 067/360 em andamento, o município recebeu R$ 1,5 milhão, crescimento de 50% em relação a 2018.

Além dos 17 municípios do Corredor Dom Pedro, Limeira foi beneficiada com o repasse de R$ 6,6 mil, já que a que Rota das Bandeiras é responsável pela conservação da estrada vicinal que liga o município a Artur Nogueira. Já Morungaba recebeu R$ 2,4 mil, por conta do reflorestamento ambiental realizado pela concessionária em uma área do município.

Veja quanto recebeu cada município em ISS durante 2019
  • Paulínia – R$ 868.483,98
  • Artur Nogueira – R$ 984.449,28
  • Atibaia – R$ 4.060.151,18
  • Bom Jesus dos Perdões – R$ 1.503.097,35
  • Campinas – R$ 10.623.952,23
  • Conchal – R$ 2.040.140,04
  • Cosmópolis – R$ 1.253.607,60
  • Engenheiro Coelho – R$ 883.894,76
  • Igaratá – R$ 3.591.314,94
  • Itatiba – R$ 4.994.818,60
  • Jacareí – R$ 3.679.387,59
  • Jarinu – R$ 1.005.030,66
  • Jundiaí – R$ 1.544.127,85
  • Limeira – R$ 6.680,08
  • Louveira – R$ 1.104.606,38
  • Mogi Guaçu – R$ 36.398,46
  • Morungaba – R$ 2.470,70
  • Nazaré Paulista – R$ 4.531.094,35
  • Valinhos – R$ 2.812.120,01
  • Total – R$ 45.525.826,04
Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.