Ir para conteúdo

[Prevenção]
Secretaria de Saúde realiza mapeamento do mosquito da dengue

Agentes vestem camiseta branca ou jaleco com brasão de Paulínia e portam crachás; em caso de dúvidas, ligue para o telefone (19) 3874-3382

20 jan 2020 – 12h06
Agentes que fazem a pesquisa para medir nível de infestação do Aedes aegypti na cidade (Foto: Divulgação)

Agentes da Unidade de Controle de Vetor, da Secretaria Municipal de Saúde, visitam a partir desta segunda-feira (20) imóveis em vários bairros de Paulínia para realização da Avaliação de Densidade Larvária (ADL). A pesquisa tem como objetivo medir o nível de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, na cidade.

Os agentes de Controle de Vetor devem visitar aproximadamente 1,2 imóveis, com o intuito de identificar criadouros com a presença de larvas do mosquito e orientar a população nos cuidados  necessários. O resultado da ADL é de grande importância para a definição de atividades de prevenção e controle a serem adotadas nos próximos meses.

A Prefeitura de Paulínia solicita que a população receba os agentes com cordialidade, e atente-se às orientações que serão passadas. Todos estarão vestindo camiseta branca e/ou jaleco com brasão de Paulínia e portando crachás. Em caso de dúvidas ou para obter mais informações, os interessados devem ligar para o telefone (19) 3874-3382.

Em 2019, Paulínia viveu uma epidemia de dengue, conforme dados divulgados pela Secretária Municipal de Saúde no último dia 12 de dezembro.

==> Dengue

– 2019

  • 3.459 notificações (2.607 de residentes)
  • 1.618 negativos
  • 914 positivos (50 importados)
  • 16 aguardando resultados
  • uma morte

Pelos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), uma doença pode ser considerada epidemia se atingir mais de 300 pessoas a cada 100 mil habitantes.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.