Ir para conteúdo

[Educação]
Prefeitura exonera 125 professores contratados temporariamente

Profissionais ocuparam cargos na Educação Básica I e II durante dois anos seguidos e não poderiam continuar trabalhando sem concurso público

21 dez 2019 – 11h05
Processo seletivo está em andamento para contratar novos professores temporários (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia exonerou 125 professores que foram contratados temporariamente para trabalhar na rede municipal de ensino pelo período de um ano, prorrogável por mais um. A lista com os nomes dos exonerados foi publicada na edição desta quinta-feira (20) do Semanário Oficial do Município.

Esses professores (95 da Educação Básica I e 30 da II) foram contratados temporariamente por um ano para o período letivo de 2018 pelo prefeito cassado Dixon Carvalho (Progressistas); tiveram seus contratos prorrogados por mais um ano (2019) pelo então prefeito interino Du Cazellato (PSDB); e não poderiam por força da lei continuar trabalhando na Prefeitura.

Os professores temporários poderiam, de acordo com o edital de seleção simplificada (sem concurso público), preencher, pelo tempo máximo de dois anos, funções na área da Educação Básica I e II da Prefeitura de Paulínia sempre quando houvesse situação de vacância transitória do emprego público, caracterizada por faltas, afastamentos e licença do seu titular.

Concurso

Em 2018, a Prefeitura abriu e não concluiu dois concursos públicos na Educação: o 01/2018, para 112 vagas em 15 cargos de suporte pedagógico e docentes, com salários de até R$ 11.622,34, e que receberam 44.851 inscrições; e o 02/2018, para 20 vagas na Educação Básica I e II, com 4.590 inscritos e valor da hora aula de 50 minutos entre R$ 39,57 e R$ 44,46.

Os dois concursos que atraíram mais de 50 mil inscritos seriam depois, em março deste ano, anulados por Loira (DC), prefeito interino da época, que apontou a existência de falhas na segurança das provas para tomar a medida. Ambos os certames foram realizados pela SHDias Consultoria e Assessoria.

Seleção

Agora, no dia 22 de novembro passado, Du Cazellato abriu novo processo seletivo (sem concurso público) para contratação de professores temporários para a rede municipal de ensino Infantil e Fundamental. As inscrições terminaram no dia 12 deste mês e nenhuma lista de contratados foi divulgada até aqui.

A contratação será voltada para a função de Professor de Educação Básica I (PEB I) pelo prazo determinado de um ano, podendo esse período ser prorrogado uma vez. O processo seletivo é de responsabilidade da Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Fundação Vunesp.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.