Anúncios
Ir para conteúdo

[Política]
Eleição de conselheiros tutelares leva 5,4 mil eleitores às urnas

Paulínia escolheu neste domingo cinco tutelares e cinco suplentes que irão integrar o Conselho Tutelar no próximo quadriênio 2020/2024

2 dez 2019 – 9h46
Movimentação na EMEFM Maestro Marcelino Pietrobom durante a eleição dos conselheiros (Foto: Divulgação)

Exatos 5.468 eleitores participaram neste domingo (1º) da escolha dos novos integrantes do Conselho Tutelar de Paulínia. Os eleitos tomarão posse do cargo em janeiro do próximo ano e ficarão à frente do órgão até dezembro de 2024.

Do total de votos, 5.369 foram válidos. Nulos (78) e brancos (21) somaram 99. A eleição ocorreu das 8h às 16h na EMEFM Maestro Marcelino Pietrobom, no Jardim Ouro Negro. Vinte candidatos participam da disputa. Foram eleitos conselheiros tutelares:

  • Karol Valadão, nº 9, com 724 votos;
  • Renata Ventura, nº 4, com 640 votos;
  • Noeli Sousa, n º 5, com 558 votos;
  • Márcia Tomaz, nº 3, com 540 votos; e
  • Juliana Lima, nº 6, com 426 votos.

Os cinco suplentes eleitos, que assumem em caso de desistência ou afastamentos de titulares, são:

  • Júlia, nº 13, com 421 votos;
  • Claudio Caxambu, nº 12, com 308 votos;
  • Carla Pires, nº 26, com 302 votos;
  • Tatiane Lucizano, nº 1, com 300 votos; e
  • Elaine Taliani, nº 21, com 259 votos.

Os conselheiros tutelares atuam conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e, em parceria com as escolas, organizações sociais e serviços públicos, fazem um importante trabalho de atendimento a crianças e adolescentes, para proteção de seus direitos. O Conselho Tutelar é um órgão permanente, autônomo e com funcionamento 24 horas por dia. A remuneração mensal é de de cerca de R$ 7,9 mil.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.