Anúncios
Ir para conteúdo

[Saúde]
Dia ‘D’ de vacinação contra o sarampo acontece neste sábado

Em Paulínia, todas as Unidades Básicas de Saúde abrem para aplicação das doses no período das 8h às 17h; foco são jovens e adultos

29 nov 2019 – 5h30
Campanha teve R$ 7 milhões em investimentos; objetivo é vacinar 9 milhões de pessoas (Foto: Divulgação)

ODia “D” da Vacinação contra o Sarampo ocorre neste sábado (30), em Paulínia. Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) participam da campanha nacional e ficam abertas das 8h às 17h. O foco da segunda etapa de imunização são jovens e adultos que têm entre 20 e 29 anos.

Neste ano, Paulínia já registrou 23 casos confirmados de sarampo, descartou 19 e investiga outras 16 ocorrências. Não há informações de mortes, segundo o balanço divulgado no final da tarde desta quinta-feira (29) pela Secretaria Municipal de Saúde.

A vacina que será aplicada, a tríplice viral, além de proteger contra o sarampo, é eficaz também contra rubéola e caxumba. A Prefeitura de Paulínia informou que na UBS do bairro João Aranha haverá uma unidade volante. Nas do Centro, Monte Alegre, Jardim Planalto e São José serão feitos também testes rápidos de HIV e sífilis como parte da “Campanha Fique Sabendo”.

Os dados mais recentes do Ministério da Saúde mostram que jovens na faixa etária dos 20 a 29 anos são maioria entre os casos de sarampo registrados no País – respondem por 30,6% do número total de ocorrências de sarampo este ano no Brasil. E, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela pasta, são também o maior vetor em potencial da doença.

O secretário de Vigilância em Saúde, do governo federal, Wanderson de Oliveira, ressaltou que mesmo os jovens que acreditam já ter tomado a vacina em anos anteriores devem procurar postos de saúde para atualizar a dose.

Quem estiver na dúvida se deve ou não tomar a vacina contra o sarampo, a orientação da Secretaria Municipal da Saúde é para que procure a UBS’s mais perto de casa com a carteira de vacinação. A ação é do Ministério da Saúde com apoio do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Prefeitura. O objetivo da campanha, que teve R$ 7 milhões em investimentos nesta fase, é imunizar pelo menos 9 milhões de pessoas.

Na primeira fase da mobilização, que vacinou crianças de 6 meses a 5 anos como foco, 16 estados superaram a meta de imunização, que era de 95%, segundo o Ministério da Saúde. O número de municípios que possuem a taxa de imunização alta também subiu: pulou de 32% para 78%.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.