Ir para conteúdo

[Suplementar]
Tuta Bosco explica como pretende governar a cidade de Paulínia

Candidato do PPS ao mandato-tampão de prefeito participa da série de reportagens com prefeituráveis; seu vice é o médico Gustavo Yatecola

21 ago 2019 – 11h
Tuta Bosco discursa durante convenção observado de perto por Gustavo Yatecola (Foto: Divulgação)

Oempresário Tuta Bosco, candidato a prefeito de Paulínia pelo PPS, na eleição suplementar de 1º de setembro, explicou como pretende governar a cidade se eleito para o mandato-tampão que termina no dia 31 de janeiro deste ano. Seu vice na chapa é o médico Gustavo Yatecola (Avante).

Tuta é o quarto candidato a participar da série o que pretendem os prefeituráveis, produzida pelo Portal Paulínia 24 Horas Notícias. As publicações dos textos, um por dia, se dá por ordem alfabética dos nomes como os candidatos são mais conhecidos na cidade. As mesmas 12 perguntas foram feitas aos nove candidatos a prefeito na eleição fora de época de Paulínia.

A primeira a contar seus planos foi a candidata a prefeita Ângela Duarte, que tem como vice Paula Benites. As duas são do PRTB. Segunda-feira (19) o Capitão Cambuí, que compõe chapa com Júlio César Peluque, ambos do PSL, falou sobre seus projetos para a cidade. Nesta terça (20), a reportagem foi com Du Cazellato (PSDB). O vice dele é o Sargento Camargo (PL).

Os candidatos a prefeito de Paulínia Coronel Furtado (PSC), Custódio Campos (PT), Loira (DC), Marcelo Barros (PSOL) e Nani Moura (MDB) não responderam até aqui a reportagem. Assim que o fizerem terão seus espaços garantidos no Portal Paulínia 24 Horas Notícia.

A eleição fora de época em Paulínia vai ocorrer por causa da cassação do prefeito Dixon Carvalho (PP) e de seu vice Sandro Caprino (PRB) por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2016. Desde novembro do ano passado, a cidade é comandada por prefeitos interinos.

Paulínia 24 Horas Notícia – De que forma o candidato vai acabar com a falta de remédios na rede pública de saúde de Paulínia e quanto tempo precisará para isso?

Tuta Bosco – Vamos auditar todos os contratos da Saúde, levantar o que está em falta na rede e abrir licitação para compra dos itens da cesta. Isso é uma prioridade e será uma das primeiras ações da administração. Pretendemos regularizar os estoques no primeiro mês de gestão. Para controlar o fornecimento de medicamentos, vamos apostar na informatização. Através de um sistema poderemos acompanhar a chegada do medicamento, o encaminhamento para as unidades e a distribuição. A ação faz parte do “Programa Saúde é o que Interessa”, que vai oferecer o cuidado que nossa gente merece. Com ele, teremos remédios nas unidades de saúde, farmácia 24 horas no Hospital Municipal, mutirões de exames e consultas – inclusive com especialistas – para acabar com as filas de espera. Também vamos melhorar as condições de trabalho para os trabalhadores e trabalhadoras da saúde, além de reformar as unidades de saúde e transformar o atendimento de algumas UBS´s em 24 horas.

O candidato sabe quais equipamentos utilizados para a realização de exames estão quebrados na rede municipal de saúde? Qual o prazo que precisa para deixá-los tudo em ordem e começar a zerar a fila de espera dos exames?

São vários os equipamentos quebrados, por exemplo o aparelho de colonoscopia, que inviabilizou a realização dos exames. Nosso vice-prefeito, Dr. Gustavo Yatecola é médico da rede municipal de Paulínia e conhece os problemas da rede. Nós vamos verificar todos os equipamentos utilizados em toda a rede de saúde, seu estado e a necessidade de substituição por novos. Essas ações estão previstas no programa “Arrumando a Casa”, que também prevê a valorização do servidor municipal, oferecendo condições de trabalho para o melhor desempenho de suas funções.

Em quanto tempo o candidato planeja colocar para funcionar a parte nova do Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro”?

A saúde é prioridade em nosso governo. Hoje o hospital é de média complexidade. Todo atendimento de alta complexidade é enviado para hospitais da região. A nova ala é de fundamental importância para atender a população e temos como prioridade fazer a abertura em um curto espaço de tempo. Vamos fazer um recadastramento geral com a entrega de cartões, o “cartão vida” e implantaremos o prontuário digital para gerenciar os atendimentos. Em Paulínia não existe secretário de saúde, existe sim secretário da doença. Nós vamos mudar isso. Como as pessoas estão vivendo mais atualmente, elas devem ter mais qualidade de vida, por isso vamos criar programas de prevenção, vacinação e o programa saúde em casa. Nós vamos mudar a saúde em Paulínia.

Os uniformes e os materiais escolares serão entregues em 2020 no início do ano letivo?

Sim, com certeza, e de qualidade! Os uniformes serão entregues antes do início das aulas. Se eleito for, vamos de imediato abrir o processo licitatório para atender as crianças de nossa cidade. Elaboramos o programa “Paulínia Cidade Educação” transformar a nossa cidade em líder de qualidade na educação. Entre as ações, estão a formação continuada de professores e professoras e valorização de todos os profissionais da educação, tecnologia dentro da sala de aula a disposição de todos os alunos, implementação da Escola em Tempo Integral com atividades no contraturno e bolsas de estudo para os filhos de Paulínia.

A terceirização da merenda escolar nas escolas e creches municipais continuará a ocorrer em Paulínia? O serviço será melhorado? De que forma?

A situação das merendeiras será revista. Nosso objetivo é valorizar o funcionário público qualificando os profissionais com cursos e concursos públicos para suprir o déficit na área educacional. Com o objetivo de fornecer um ensino de qualidade e em período integral, consequentemente estaremos investindo nas escolas e creches. Antes de qualquer decisão estaremos ouvindo todos os lados, nosso objetivo é o melhor para cidade e também para o servidor municipal.

Em sua gestão será mantida a contratação temporária de professores ou o candidato abrirá novo concurso público para a Educação?

Nosso objetivo é valorizar o servidor público, com abertura de concurso nas mais diversas áreas. Hoje, temos mais de 600 crianças fora da creche. É inconcebível uma situação desta. Por isso existe o PROEB, onde estaremos realizando um recadastramento de todas as instituições para melhor atender a população.

O que será feito desde o primeiro dia de seu governo para destravar o trânsito na região central e em direção ao bairro João Aranha no horário de pico da volta para casa? Quanto tempo precisará para resolver o problema?

A mobilidade urbana também está insustentável! Os últimos governos realizaram mudanças na região do “Calegaris” que não agradaram a população. Estaremos reavaliando esta situação. Hoje, se um paciente estiver no João Aranha e precisar de uma ambulância em horário de pico, a pessoa corre o risco de morrer. Nosso planejamento é construir a ponte de acesso ao bairro, desafogando assim a área central. Sabemos que não dá para fazer tudo em um ano de mandato, mas com certeza estará bem encaminhado. Outras prioridades para melhorar a mobilidade são: reestruturação dos pontos de ônibus; implantação de nova sinalização de solo; atualização das regras de carga e descarga na área central, criação de novas vagas de estacionamento no centro da cidade. Também vamos participar ativamente da implantação do Trem Intercidades, que irá ligar Campinas ao Rio de Janeiro passando pelo entorno da nossa cidade.

Como o candidato ajustará os gastos da Prefeitura com pessoal, conforme os limites da Lei da Responsabilidade Fiscal (LRF)? O abono salarial será incorporado ao salário dos servidores e aposentados? Como?

Vamos fazer revisão nas contas públicas dos últimos governos. A lei de responsabilidade fiscal é rigorosa. Com relação ao abono, não queremos prejudicar o funcionário público nem mesmo os inativos, vamos aguardar o posicionamento judicial para verificar a melhor forma de atender a todos. Quando falo em incentivar a Pauliprev, é manter seu gerenciamento com o servidor público, apoiar em suas iniciativas e trabalhar para dar condições aos funcionários públicos. Outras ações para cortar gastos são: aprimorar as licitações através de pregão eletrônico, implantar um sistema de fiscalização de compras, equilibrar as finanças do município com redução de gastos e a reestruturar as secretarias municipais.

De que forma o candidato aumentará a capacidade de investimento da Prefeitura em serviços de interesse público?

Entendemos que a parceria com a iniciativa privada é importante para aumentar a capacidade de investimentos em serviços públicos. Temos um projeto de desenvolvimento para gerar empregos, renda e oportunidades. Com o “Programa Paulínia Empreendedora”, vamos promover, entre outras coisas, estímulos para que as empresas já instaladas em nossa cidade cresçam e criem mais empregos; qualificação e capacitação dos trabalhadores de Paulínia, em especial, das mulheres, política de atração de novas empresas, desde que empreguem paulinenses; apoio para jovens empreendedores de novas tecnologias e de pequenas empresas e programa “Meu Primeiro Emprego” dirigido aos jovens de Paulínia. Estaremos atentos no “Índice de Participação dos Municípios” e vamos solicitar junto ao governo do estado de São Paulo um aumento no repasse do ICMS. Vamos fazer estudos para verificar se o repasse está sendo realmente correto. Somos uma das principais cidades do estado no recebimento de repasses de contribuições devido a Refinaria do Planalto – Replan.

O candidato promoverá uma auditoria em contas e contratos da Prefeitura de Paulínia para responsabilizar eventuais mau uso ou desvio do dinheiro dos contribuintes? Em qual período?

De imediato. Vamos auditar todas as secretarias. Vamos mostrar à população qual a realidade do município. É inadmissível termos uma arrecadação bilionária e a cidade não ter o básico para oferecer à sua população. Iremos equacionar as contas do município e implantar uma política fiscal e de recuperação da arrecadação.

Quanto tempo o candidato precisará para realizar uma nova licitação pública para concessão do serviço de transporte coletivo de passageiros em Paulínia, atendendo a determinação do Ministério Público de 2015?

Foram firmados contratos emergenciais com a Viação Flama, do Grupo Passaredo, que opera o transporte urbano no município. O último foi renovado por mais seis meses, pelo valor de R$ 11,4 milhões, 35% mais caro do que vinha sendo praticado. Isso é inadmissível. Pretendemos auditar esse contrato, fazer um estudo e com ajuda do nosso jurídico viabilizar o processo de licitação para escolha da empresa que irá assumir a concessão do transporte coletivo público. Embora Paulínia tenha uma das passagens de ônibus mais baratas do Brasil, o setor de transportes necessita de investimentos. O usuário do transporte coletivo e intermunicipal é carente de um serviço de qualidade. Queremos oferecer a população um transporte de qualidade, digno e com preço compatível. Outra ação importante é a implantação de um “bilhete único”, com carga de créditos de passagens, que será entregue ao usuário, evitando o uso de dinheiro dentro dos ônibus.

Qual a maior inovação que o candidato trará durante sua gestão para Paulínia?

Teremos um olhar para toda a cidade. Queremos uma cidade tecnológica, de conhecimentos, vamos implantar softwares de gestão, de acompanhamento nas mais diversas secretarias, estaremos interligando todas as pastas. O combate à corrupção será primordial em nossa gestão, vamos trabalhar em conjunto com o Ministério Público para evitar erros que comprometam o andamento da cidade. Já apresentamos acima as propostas para as áreas da Saúde e Educação e Transportes. Nosso plano de governo é composto por cinco programas para atender as prioridades da cidade. O primeiro deles estamos chamando de “Arrumando a casa”. Será, na verdade, um jeito novo de administrar. Vamos modernizar a gestão e implementar um sistema de controle de metas e atividades, com eficiência e transparência. Outra prioridade é a educação. Com o programa “Paulínia Cidade Educação”, vamos transformar nossa cidade em líder de qualidade na educação. Destaque para a formação continuada de professores e professoras e valorização de todos os profissionais da educação; tecnologia dentro da sala de aula a disposição de todos os alunos; implementação da Escola em Tempo Integral com atividades no contraturno e bolsas de estudo para os filhos de Paulínia. Não menos importante, vamos cuidar da manutenção da cidade. Com o “Programa Querida e Bela Paulínia”, adotaremos medidas simples para recuperar a satisfação de viver na nossa cidade. São elas: limpeza e conservação com varrição e capina de ruas e espaços públicos; poda de árvores; manutenção e reforma dos prédios públicos; coleta regular de lixo comum e reciclável; E, muito importante, um amplo programa de recuperação de praças e parques. Além das propostas apresentadas, o programa de governo também aborda ações para as mais diversas áreas da cidade, como Transporte, Habitação, Segurança, Cultura entre outras.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.