Ir para conteúdo

[Política]
Eleição suplementar de 1º de setembro em Paulínia vai custar R$ 133 mil

Dinheiro público será repassado pelo TSE; as nove chapas aprovadas em convenção registraram seus candidatos no Cartório Eleitoral

2 ago 2019 – 22h44
TSE fará repasse do dinheiro público para a realização da eleição fora de época em Paulínia (Foto: Divulgação)  

Aeleição suplementar de 1º de setembro em Paulínia vai custar R$ 133 mil do dinheiro público. A previsão é do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE). Na noite desta sexta-feira (2), terminou o prazo para as inscrições de candidaturas. As nove chapas aprovadas nas convenções partidárias realizadas no final do mês passado solicitaram registro no Cartório Eleitoral de Paulínia.

A eleição suplementar na cidade será realizada para um mandato-tampão que vai até o dia 31 de dezembro de 2020. Ela vai ocorrer por causa da cassação do prefeito Dixon Carvalho (PP) e de seu vice Sandro Caprino (PRB) por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2016. Desde novembro do ano passado, Paulínia é comandada por prefeitos interinos.

De acordo com TRE, a realização da eleição fora de época em Paulínia terá um custo previsto de R$ 133.213,09. Os gastos serão com alimentação de mesários e colaboradores; procedimentos relativos ao pleito que envolvem transporte de mídias; mão de obra; vistoria e manutenção dos locais de votação. Esse dinheiro será repassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ao TRE-SP.

Após o fim do período para as inscrições de candidaturas, começou o período para pedidos de impugnações e julgamentos dos registros das chapas. O prazo final para a decisão final da Justiça Eleitoral sobre essas questões devem sair até o próximo dia 12. Entre este sábado (3) e o dia 31, os candidatos já podem fazer propaganda eleitoral, como carreatas, comícios e carros de som.

Quem são os candidatos

– PRTB

  • Ângela Duarte e Paula Benites.

– PSL

  • Capitão Cambuí e Júlio César Peluque.

– PSC e PMB

  • Coronel Furtado e Kieson Prado.

– PT

  • Custódio Campos e Jucimara Sousa.

– PSDB e PL

  • Du Cazellato e Sargento Camargo.

– DC e PROS

  • Loira e Palito.

– PSOL

  • Marcelo Barros e Rose Abreu.

– MDB e PTB

  • Nani Moura e Cícero Brito.

– PPS e PSD

  • Tuta e Gustavo Yatecola.
Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.