Ir para conteúdo

[Blitz]
Vinte veículos a diesel são autuados por emissão de fumaça preta

Operação da Cetesb em Paulínia foi na Zeferino Vaz; multa é de R$ 1,5 mil e dobra em caso de reincidência no período de um ano

11 jun 2019 – 21h26
Monitoramento por meio da Escala de Ringelmann, que compara densidade da fumaça com padrões de cinza (Foto: Divulgação)

ACompanhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) autuou 20 veículos a diesel em Paulínia, nesta terça-feira (11) , após constatar emissão de fumaça preta acima do nível permitido pela legislação ambiental. A multa é de R$ 1,5 mil e dobra em caso de reincidência no período de um ano.

A operação da Cestesb aconteceu simultaneamente em 42 pontos do Estado de São Paulo. A ação tem o objetivo de minimizar os efeitos da poluição no ar. Ao todo, foram fiscalizados 63.126 veículos a diesel, entre caminhões, ônibus, vans e caminhonetes. Destes, 1.108 acabaram autuados.

Checagem realizada por meio da adição de uma substância no produto que altera a sua cor (Foto: Divulgação)

Em Paulínia, a blitz aconteceu na Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), no Km 129. Na região, houve ainda operação em Campinas, com 20 veículos a diesel autuados, no Km 89 da Rodovia Anhanguera (SP-330), pista sentido Interior; e em Americana, 58 multas aplicadas, no Km 128,5, também da Anhanguera.

No período do Inverno, a Cetesb intensifica a fiscalização em parceria com as Polícias Militar, Ambiental, Rodoviárias Estadual e Federal. Paralelamente, a empresa promove campanhas educativas com o objetivo de conscientizar motoristas sobre a importância da manutenção do veículo para reduzir a emissão de poluentes na atmosfera, especialmente, no período mais seco do ano.

Opacímetro capta a fumaça emitida por meio de uma sonda introduzida no escapamento do veículo (Foto: Divulgação)

O monitoramento é feito por meio da Escala de Ringelmann, que compara a densidade da fumaça emitida com os padrões de cinza impressos na escala. A fiscalização ocorre com o veículo circulando, sem a necessidade de parada.

Outro equipamento utilizado é o opacímetro, que capta a fumaça emitida por meio de uma sonda introduzida no escapamento, enviando os gases para uma câmara dotada de uma fonte de luz e um receptor onde a fumaça é analisada.

Reagente

Há ainda a análise com o ARLA32, um reagente químico composto por 32,5% de ureia de alta pureza que misturado ao diesel reduz a emissão de óxido de nitrogênio (NOx) nos gases de escape dos veículos. A checagem deste componente é feito por um equipamento chamado de refratômetro ou pela adição de uma substância no produto que altera a sua cor, deixando-o azulado se for original.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.