Ir para conteúdo

[Trânsito]
Paulínia é campeã em acidentes de veículos com postes na região

Balanço mostra que na cidade há uma ocorrência deste tipo para cada 1.086 habitantes; em Campinas, a relação é de um caso para 2.018 moradores

27 maio 2019 – 17h24
Postes acertados por veículos durante o ano de 2017 em acidentes de trânsito em Paulínia (Fotos: Divulgação)

Paulínia registra o maior número de acidentes de veículos com postes proporcionalmente ao número de habitantes na região. A constatação é baseada em um balanço da CPFL Paulista, divulgado no mês que ocorre a campanha de segurança no trânsito Maio Amarelo.

O balanço se refere a 2018 e engloba oito cidades consideradas pela CPFL da área da região de Paulínia: Campinas, Sumaré, Hortolândia, Itatiba, Valinhos, Itapira e Amparo. Nos municípios, no ano passado aconteceram 1.089 acidentes deste tipo, uma alta de 15,5% ante 2017 (943).

Proporcionalmente ao número de habitantes (100 mil), Paulínia registrou o maior número de acidentes de veículos com postes em 2018 entre as cidades do levantamento da CPFL – uma ocorrência da modalidade para cada 1.086 habitantes. Em segundo lugar vem Hortolândia (212 mil habitantes), com uma relação de uma batida para 1.737 moradores.

Campinas, com 1,1 milhões de habitantes, teve 545 acidentes de veículos com postes em 2018 – ou uma ocorrência para cada 2.018 moradores. Confira os números de 2018 das oito cidades:

  • 1ª – Paulínia – 100 mil habitantes – 92 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 1.086 moradores;
  • 2ª – Hortolândia – 212 mil habitantes – 122 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 1.737 moradores;
  • 3ª – Amparo – 54 mil habitantes – 30 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 1.800 moradores;
  • 4ª – Itatiba – 119 mil habitantes – 63 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 1.888 moradores;
  • 5ª – Itapira – 74 mil habitantes – 39 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 1.897 moradores;
  • 6ª – Sumaré – 273 mil habitantes – 143 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 1.909 moradores;
  • 7ª – Campinas – 1,1 milhões de habitantes – 545 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 2.018 moradores; e
  • 8ª – Valinhos – 127 mil habitantes – 55 acidentes de veículos com postes – um caso para cada 2.309 moradores.

No acumulado de 2019 (de janeiro a abril), os municípios da região somaram 321 registros de acidentes com postes. Em números absolutos, Campinas lidera a lista das cidades com mais acidentes de trânsito envolvendo postes da companhia com 165 ocorrências, seguido por Sumaré (41), Paulínia (26), Valinhos (24), Hortolândia (24), Itapira (15), Amparo (14) e Itatiba (12).

Proporcionalmente ao número de habitantes, no primeiro trimestre deste ano Paulínia já é a segunda para um acidente de veículo com poste para cada 3,8 mil moradores. A cidade fica atrás somente de Amparo, que registrou uma ocorrência para 3,6 mil habitantes.

Em média, cada ocorrência nessas oito cidades interrompe o fornecimento de energia para 55 clientes, com o tempo médio de restabelecimento de três horas, segundo a CPFL. Colisões contra os postes exigem, muitas vezes, a reconstrução da rede elétrica no local e a substituição do poste atingido. Dependendo da gravidade do acidente, é ainda preciso aguardar a perícia policial.

Além do risco à segurança, os responsáveis pelos acidentes contra trânsitos podem amargar prejuízos financeiros. Nos casos em que a distribuidora identifica o culpado legal, este deve arcar com os danos causados ao patrimônio da concessionária. Os custos de substituição de um poste do sistema elétrico variam, normalmente, entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil.

Essa diferença de valores depende dos equipamentos instalados tanto pela distribuidora de energia como pelas empresas que ocupam a estrutura. Por exemplo, um poste com iluminação pública simples tem menor valor que aquele que sustenta um transformador de energia e equipamentos de telecomunicação.

A Prefeitura de Paulínia informou que tem feito estudos dos pontos críticos e vendo quais são as ações são necessárias para aumentar a segurança no trânsito da cidade. Também informou que instalou lombadas e sinalização, com pintura e placas. Ressaltou ainda que a Guarda Civil faz regularmente blitz e aplica multas nos motoristas infratores.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.