Ir para conteúdo

[Política]
Vereadores pedem abertura de CP e cassação de prefeito interino

Loira é acusado de omissão ou negligência com a área da Saúde em Paulínia; documento deve ser votado na sessão desta terça

23 abr 2019 – 00h23
Loira durante sessão na Câmara que o empossou prefeito interino de Paulínia (Foto: Divulgação)

Cinco vereadores de Paulínia entraram nesta segunda-feira (22) com pedido de abertura de Comissão Processante (CP) e cassação do mandato do prefeito interino Loira (DC) em razão da crise vivida pelo Município na área de Saúde. O documento deve ser votado na sessão ordinária desta terça-feira (23), a partir das 18h30. Se aprovado, a conclusão do processo deve durar ao menos 90 dias.

O pedido de CP foi assinado pelos vereadores Danilo Barros (PR), Edilsinho Rodrigues (PSDB), Du Cazellato (PSDB), Fábia Ramalho (PMN) e Fábio Valadão (PRTB). Os cinco parlamentares acusam Loira de cometer infração política-administrativa ao se “omitir ou negligenciar na defesa de bens, rendas, direitos ou interesses do município sujeito à administração da Prefeitura”.

O documento também é uma resposta ao ofício da 2ª Promotoria de Justiça de Paulínia, do último dia 12 (veja abaixo), que deu prazo de cinco dias para o Poder Legislativo esclarecer quais providências tomava para apuração das “denúncias de que o prefeito interino está negligenciando os cuidados que deveria dispensar à área de Saúde, especialmente, ao Hospital Municipal, dentre outras denúncias relatando que a saúde local está em situação de caos”.

A crise na área de Saúde de Paulínia já é antiga, herança de diversas administrações passadas. Mas no governo interino de Loira atingiu seu ápice quando o então secretário municipal de Administração, Washington Carlos Ribeiro Soares, pediu exoneração do cargo e divulgou nota explicativa fazendo uma série de denúncias na área de Saúde. O secretário municipal de Saúde, Luiz Carlos Casarin, se defendeu com outra nota oficial.

Loira informou que assumiu a Prefeitura há menos de 100 dias e desde então não está poupando esforços para melhorar áreas importantes da cidade, como a Saúde. “Respeito o direito da Câmara em querer fazer o seu papel investigativo e as portas da Prefeitura estão sempre abertas”, destacou em nota (leia a manifestação completa do prefeito interino abaixo). “Meu governo preza pela transparência e eficiência”.

Nota da prefeito interino Loira

O prefeito Antônio Miguel Ferrari, o Loira, assumiu a prefeitura há menos de 100 dias e desde então não está poupando esforços para melhorar áreas importantes da cidade, como a saúde. Na última semana duas novas UBSs foram entregues, o secretário de saúde vem apresentando prestação de contas à Câmara constantemente. Estamos em andamento com processos de licitação para compra de medicamentos e insumos. O governo sabe que muita coisa ainda precisa ser feito. “Respeito o direito da Câmara em querer fazer o seu papel investigativo e as portas da prefeitura estão sempre abertas. Meu governo preza pela transparência e eficiência. Assim que tomar conhecimento de todo processo, estarei à disposição, como sempre estive, para contribuir com o desenvolvimento da cidade”, conclui Loira.

Ofício da 2ª Promotoria de Justiça de Paulínia

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.