Anúncios
Ir para conteúdo

Du Cazellato retorna à Câmara na primeira sessão do ano

Vereador reassumiu a cadeira após Loira ser conduzido pela Justiça ao cargo de prefeito interino; Luiz da Farmácia voltou ao Legislativo

29 jan 2019 – 23h

Du Cazellato durante sessão da Câmara de Paulínia, nesta terça-feira (Foto: Reprodução)

Depois de 76 dias no cargo de prefeito interino de Paulínia, Du Cazellato (PSDB) reassumiu sua cadeira na Câmara Municipal, na primeira sessão ordinária do ano dos vereadores, na noite desta terça-feira (29). Já Luiz da Farmácia (PP) entrou no lugar de Loira (DC), o atual chefe provisório do “Palácio Cidade Feliz”.

Luiz da Farmácia durante sua primeira vez que assumiu vaga na Câmara (Foto: Reprodução)

A dança da cadeira na Câmara é consequência da 16ª troca de prefeito em 10 anos em Paulínia. Além dessas duas mudança, houve a volta de José Soares (PRB) à suplência, devido ao retorno de Du Cazellato na Câmara; e o comando interino da Presidência do Legislativo de Zé Coco (PV), por causa de Loira estar na Prefeitura.

O presidente interino do Legislativo paulinense, o vereador Zé Coco (Foto: Reprodução)

Com a mudança de interino na Prefeitura, Edilsinho Rodrigues (PSDB) deixou de ser líder do governo na Câmara de Paulínia. Ninguém oficialmente assumiu a função, entretanto na primeira sessão ordinária do ano coube a Tiguila Paes (PPS) tomar a frente na defesa de Loira diante de seus colegas no Legislativo municipal.

Edilsinho Rodrigues defendeu a realização de eleição suplementar (Foto: Reprodução)

Tiguila Paes falou sobre metas do novo governo transitório, justificou o cancelamento da concorrência dos ônibus urbanos, defendeu decisões do prefeito interino e até anunciou a nomeação da professora de dança Malba Aragão como a nova secretária municipal de Cultura de Paulínia. A assessoria de Loira não confirmou nem negou a informação até o final da noite desta terça-feira (29).

Tiguila Paes (PPS) fez defesa do governo interino de Loira na Câmara (Foto: Reprodução)

A sessão também serviu para vereadores ligados a Du Cazellato marcarem posição em relação ao atual governo interino. Edilsinho Rodrigues, Fábio Valadão (PRTB) e Danilo Barros (PR) farão oposição e defenderam a realização de eleição suplementar. “Estarei lançando nos próximos dias uma campanha ‘Eleições já em Paulínia’”, disse Edilsinho. Du Cazellato usou a palavra livre para prestar contas de seu governo provisório e durante a sessão fez intervenções em defesa de sua interinidade, agradeceu secretários e servidores pela dedicação durante sua administração provisória.

Fábio Valadão durante seu pronunciamento na primeira sessão do ano (Foto: Reprodução)

Do lado de Loira, o destaque foi mesmo Tiguila, que após anos de oposição sistemática na Câmara a governos municipais anteriores, agora, é aliado do “Palácio Cidade Feliz”. “Tiguila, como as férias ti fizeram bem”, afirmou Fábio Valadão. “Como é bom ouvir você elogiar. Até que enfim”. E relembrou a trajetória do vereador. “Só pancada, oposição ferrenha, só questão destrutiva. Agora, como é governo, espero que seja o líder de governo.” “Quem indica líder de governo é o prefeito e já disse que não sou líder de governo”, falou Tiguila.

Sessão foi realizada no Plenarinho por causa de reformas na Câmara (Foto: Reprodução)

A primeira sessão do ano foi realizada no Plenarinho da Câmara por causa das reformas no telhado do Plenário principal. Os vereadores não apreciaram nenhum projeto de lei. Votaram e aprovaram 58 indicações, 28 requerimentos, uma moção e três requerimentos de pesar. A próxima sessão ordinária está marcada para ocorrer no 12 de fevereiro que vem, ainda no Plenarinho, a partir das 18h30.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.