Anúncios
Ir para conteúdo

Disputa pela cadeira do Gabinete do Prefeito vai parar na delegacia

Loira é impedido de acessar prédio central do ‘Palácio Cidade Feliz’ nesta segunda-feira e registra Boletim de Ocorrência na polícia de Paulínia

7 jan 2019 – 12h05
Loira é barrado na entrada do acesso para o Gabinete do Prefeito (Foto: Reprodução)

A disputa dos prefeitos interinos de Paulínia pela cadeira principal do Gabinete de Prefeito mudou de palco na manhã desta segunda-feira (7) e foi parar na Delegacia de Polícia. Loira (DC), empossado pela Câmara na última sexta-feira (4), foi impedido de acessar o prédio central do “Palácio Cidade Feliz” por Du Cazellato (PSDB), nomeado chefe provisório do Executivo, no último dia 7 de novembro pela Justiça Eleitoral, e registrou Boletim de Ocorrência.

Segundo a defesa de Loira, o registro do BO é para que as autoridades, inclusive, judiciárias tomem conhecimento da disputa entre os interinos em Paulínia. Também informou que está ingressando em todas as esferas da Justiça, Cível, Criminal e Eleitoral, para garantir a posse do atual presidente da Câmara de Paulínia. A decisão é esperada para esta segunda ou, no mais tardar, terça-feira (8).

A assessoria de Du Cazellato informou que, como medida de prevenção após os problemas registrados na última sexta-feira (4), a Secretaria Municipal de Segurança “tomou algumas medidas e reforçou o contingente de GMs no Paço Municipal com o objetivo de resguardar o patrimônio público, os funcionários municipais e a população, sem alterar a dinâmica de atendimento nas secretarias municipais”.

De acordo com a nota, a Prefeitura de Paulínia está funcionando normalmente e todos os serviços estão disponíveis, seguindo o horário normal. Já Du Cazellato estaria cumprindo sua agenda. “Nesta manhã, inclusive, Cazellato visitou escolas e também percorreu algumas obras em andamento no município”, destacou o texto.

Trecho Boletim de Ocorrência registrado por Loira na Delegacia de Polícia (Foto: Reprodução)

No final da tarde desta segunda-feira (7), a defesa de Loira entrou com ação de imissão de posse na Justiça. Imissão de posse é um ato judicial que confere ao requerente a posse de determinado bem ou direito que está impedido de possuir ou exercer, como, por exemplo, o cargo de prefeito interino de Paulínia.

Recibo do protocolo de ação de imissão de posse da defesa de Loira (Foto: Reprodução)
Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.