Ir para conteúdo

Parque da Represa ganhará estações elevatórias de esgotos

Unidades permitirão ligação de 1,1 mil imóveis na rede coletora; não há data para isso

 

17 ago 2018 – 5h56

A Prefeitura de Paulínia anunciou nesta quinta-feira (16) que assinou contrato com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para a construção de três estações elevatórias de esgotos. Quando entrarem em operação, sem data prevista para acontecer, elas permitirão a ligação de 1,1 mil imóveis do bairro Parque da Represa na rede coletora já existente, mas ainda inoperante, por causa da falta dessas unidades.

nnPelo acordo, a Prefeitura cedeu à Sabesp, responsável pelo serviço de abastecimento de água e de coleta e destino final dos esgotos sanitários no município, as áreas públicas onde ficarão as estações elevatórias. Depois de construídas por uma empresa, a Sabesp equipará essas unidades com geradores, cabeamento, fiação e tudo o mais que for preciso para enviar os esgotos coletados no Parque da Represa à estação de tratamento.

Unidades elevatórias ajudarão no transporte de esgotos para a estação de tratamento (Foto: Divulgação)

nnA Sabesp informou que o próximo passo agora é “entrar com o pedido de licenciamento das obras junto à Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). Com as devidas licenças emitidas será possível determinar prazos para projeto e obras, que, inclusive, fazem parte das tratativas para renovação do contrato do município com a companhia”. Nem os custos para construção e implantação das estações elevatórias foram revelados.

nnAs estações elevatórias auxiliam no transporte dos esgotos até a estação de tratamento. Sem elas, se esses imóveis atualmente fossem ligados à rede coletora, os esgotos retornariam às casas. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento e Defesa do Meio Ambiente, Paulínia coleta 95% de seus esgotos, com 100% de tratamento. Quando for resolvido o caso do Parque da Represa, o índice será 97%, beneficiando 5,5 mil pessoas que hoje dependem de fossas.

nnO secretário municipal de Desenvolvimento e Defesa do Meio Ambiente, Vicente de Paulo Souza, informou que depois de solucionado o problema dos esgotos no Parque da Represa, faltará resolver o bairro Cascata, além de uma parte de Betel. “Mas esses locais também estão com a solução definitiva em andamento”, afirmou, sem dar detalhes. “Teremos condições de contemplar 100% do esgoto e água da cidade. Isso é importantíssimo.”

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.