Ir para conteúdo

Engavetados

Câmara de Vereadores rejeita mais dois pedidos de afastamento do prefeito Dixon Carvalho (PP) e seu vice, Sandro Caprino (PRB), da Prefeitura de Paulínia

 

21 nov 2017 – 21h20 (Atualizado 21 nov 2017 – 22h10)

O prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho (PP), e seu vice, Sandro Caprino (PRB), tiveram rejeitados mais dois pedidos de afastamento da Prefeitura, na sessão da Câmara de Vereadores, na noite desta terça-feira, dia 21. Em 11 meses de governo, Dixon já se livrou de sete requerimentos deste tipo.

nnCom a decisão, foram arquivados os documentos com denúncias contra o governo municipal tanto do terceiro sargento aposentado da Polícia Militar Luiz Roberto de Lima como do estudante Jhonatan Willian Lozado de Oliveira, candidato derrotado a vereador pelo PRTB nas eleições municipais de 2016.

dixon caprino1
POLÍTICA | Caprino e Dixon em coletiva logo depois da eleição deles em 2016 / Foto: Divulgação

nnA representação de Jhonatan Lozado acusava Dixon de usar a máquina pública para se livrar de processos eleitorais de cassação de sua chapa desde sua eleição em 2016 até agora, e para direcionamento do contrato emergencial do lixo na cidade (leia mais aqui).

nnO documento foi rejeitado por sete votos a quatro, com as ausências dos vereadores Danilo Barros (PR), Edilsinho Rodrigues (PSDB) e Flávio Xavier (PSDC). Votaram a favor das investigações Fábia Ramalho (PMN), Fábio Valadão (PRTB), Kiko Meschiati (PRB) e Tiguila Paes (PPS).

Anúncio

nnO requerimento de Lima, que pedia Comissão Processante para investigar supostas irregularidades na licitação do serviço de limpeza pública e coleta urbana em Paulínia, também alvo da operação “Purgamentum” (leia mais), foi rejeitado pelo mesmo placar e nas mesmas condições.

nnComo na vez anterior, votaram a favor do arquivamento das denúncias João Mota (PSDC), Loira (PSDC), Marcelo D2 (PROS), Manoel Filhos da Fruta (PCdoB), Marquinho Fiorella (PSB), Xandynho Ferrari (PSD) e Zé Coco (PV). O presidente da Câmara, Du Cazellato (PSDB), votaria só em caso de empate.

O que mais

nnNa sessão desta terça-feira (21), os vereadores ainda aprovaram a criação de cargos públicos de agente comunitário de combate a endemias, alteraram o Anexo 3 – Empregos em Comissão e concederam o título de Cidadão Paulinense ao ex-vereador Carlos Aparecido Ferrari. Também foram apresentadas 52 indicações, 35 requerimentos, nove moções e três requerimentos de pesar.

nnNo final da sessão, o cirurgião Heitor Sebastião Barcelos Neto defendeu na Tribuna Livre o Projeto de Lei 73/17, que trata do reajuste dos subsídios de Dixon, Caprino e secretários municipais. Com o reajuste de 46,47% do teto salarial constitucional (de R$ 17,1 mil para R$ 22,7 mil – leia mais aqui), médicos e dentistas também terão a chance de ganhar mais na rede municipal de Saúde.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

 

Categorias

Política

Tags

Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: