Ir para conteúdo

Mudança na lei

Projeto de lei complementar reconhece a Guarda Municipal como instituição policial em Paulínia e concede aposentaria especial aos guardas

 

5 nov 2017 – 17h30

Um projeto de lei complementar do Executivo irá reconhecer a Guarda Municipal de Paulínia como instituição policial no município e conceder aposentadoria especial aos guardas. A proposta ainda deve ser aprovada pelos vereadores para entrar em vigor.

nnAssim que aprovada a proposta do governo municipal na Câmara de Paulínia, as regras para aposentadoria dos guardas da cidade passam a ser baseadas na Lei Federal nº 51, de 1985, que dispõe sobre a aposentadoria do servidor público policial.

guarda1
POLÍTICA | Guardas municipais durante anúncio de aposentadoria especial / Foto: Divulgação

nnSe reconhecido como servidor público policial, o guarda municipal de Paulínia, regulamentado pela Lei federal 13.022/2014, poderá se aposentar voluntariamente, com proventos integrais, independentemente da idade.

nnMas para isso o guarda municipal terá de atender aos seguintes critérios: 30 anos de contribuição, se homem; e 25 anos de contribuição, se mulher; além de 20 anos de efetivo exercício na Guarda Municipal, se homem, e 15 anos, se mulher.

nnO Projeto de Lei Complementar nº 8/2017, do prefeito Dixon Carvalho (PP), deu entrada na Câmara de Vereadores no último dia 27 e, até esta quarta-feira, dia 1º de novembro, ainda não tinha uma data para ir à votação no plenário do Legislativo.

nnDixon foi nesta segunda-feira, dia 30, à sede da Guarda Municipal para dar a notícia aos integrantes da corporação. “Trabalho há 23 anos na Guarda Municipal de Paulínia e sempre lutamos por isso”, disse o inspetor de área Paulo Martins, 49 anos.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.