Ir para conteúdo

Primeira instância

Justiça federal condena os ex-prefeitos de Paulínia Edson Moura e Moura Junior, dois empresários e advogado por associação criminosa e falsidade ideológica

 

24 out 2017 – 17h10

Os ex-prefeitos de Paulínia Edson Moura e Edson Moura Junior, ambos do PMDB, foram condenados por associação criminosa e falsidade ideológica pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em Campinas. A decisão também atinge um advogado e dois empresários. Todos vão recorrer das sentenças em liberdade.

nnO processo corre em segredo na 9ª Vara Federal de Campinas, mas se refere à acusação de que os dois ex-prefeitos teriam sonegados impostos aumentando o patrimônio deles de R$ 1 milhão para até R$ 80 milhões durante o período que estiveram na Prefeitura de Paulínia. A decisão é em primeira instância.

moura1.png
POLÍTICA | Os ex-prefeitos de Paulínia Edson Moura e Moura Junior / Foto: Divulgação

nnMoura foi condenado a 14 anos, 3 meses e 14 dias; Moura Júnior e o empresário Carlos Alberto Macedo Barboza, a seis anos, nove meses e 18 dias; o empresário Ernesto Donizete Moda, nove anos, três meses e 18 dias; e o advogado Arthur Campos Freire; a quatro anos, sete meses e 28 dias, o único dos cinco em regime semiaberto.

nnA ação surgiu a partir de fiscalização realizada em empresas que são ou eram de alguns dos envolvidos nas denúncias encaminhadas à Justiça. Freire também já foi secretário municipal de Negócios Jurídicos durante a gestão de Moura Júnior na Prefeitura de Paulínia. As condenações foram publicadas no último dia 16.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.