Ir para conteúdo

Sobrou

Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo afasta delegado de Paulínia que comandou buscas na casa do filho mais velho de Lula, no bairro Morumbi

 

11 out 2017 – 22h25

O delegado de Paulínia que comandou a operação de busca e apreensão na casa do filho mais velho de Lula foi afastado nesta quarta-feira, dia 11, pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. A ação policial foi feita por equipe do Setor de Investigações Gerais (SIG), chefiada pelo delegado Carlos Renato.

nnA busca ocorreu na tarde desta terça-feira, dia 10, com autorização da Justiça, para checar denúncia anônima de consumo de drogas na casa de Marcos Cláudio Lula da Silva, que mora no bairro Morumbi. Nenhuma substância entorpecente foi achada no local. Mesmo assim foram apreendidos documentos (leia mais aqui).

magino
POLÍTICA | O secretário de Segurança Pública Mágio Alves Barbosa Filho / Foto: Divulgação

nnO afastamento aconteceu por ordem do secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho. Ele mandou abrir procedimento administrativo “para apurar em que condições ocorreu a diligência de buscas”. A medida é para preservar as investigações, informou a nota, que não deu o nome do delegado retirado das funções nem revelou quem irá assumir o posto dele em Paulínia.

nnA decisão de afastar o delegado também rolou depois que petistas criticaram nas redes sociais a atuação da Polícia Civil, que é subordinada ao governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB). Para eles, a operação policial foi uma forma de atingir o ex-presidente Lula. A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) chegou a classificar em sua página no Facebook a ação como “mais um ovo da serpente do fascismo”.

Apoio

nnO Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo emitiu nota de apoio “aos delegados de polícia que conduziram a investigação e as buscas na casa de Marcos Claudio Lula da Silva, em Paulínia”. Os delegados, prossegue a nota, “agiram respaldados pela mais absoluta legalidade, na essência de suas atribuições legais, de forma competente e no mais perfeito compromisso com o Estado Democrático de Direito”.

nnEm relação ao afastamento do delegado de polícia, conforme anunciado em nota à imprensa pela Secretaria de Segurança Pública, “o Sindpesp manifesta irrestrita defesa às prerrogativas dos delegados de polícia e veemente repudio a qualquer tentativa ou ato de ingerência política no que diz respeito ao seu trabalho nas investigações do caso.”

Confira nota da SSP

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, determinou instauração de procedimento administrativo para apurar em que condições ocorreu a diligência de busca e apreensão realizada ontem (10), em uma residência no município de Paulínia. Para preservação das investigações, o delegado responsável pela diligência também será afastado do caso.”

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.