Ir para conteúdo

Pechincha

Bancos são obrigados a oferecer pacote de serviços essenciais gratuitos a correntistas; no fim do mês, economia com tarifas bancárias pode valer a pena

 

11 set 2017 – 5h30

Está cansado de pagar tarifas bancárias? Pois fique sabendo que todo banco é obrigado a oferecer uma quantidade pré-determinada de serviços gratuitos. E aquele que resistir em dar esse pacote pode se ver com o Banco Central.

nnSegundo a Fundação Procon, quem tem conta corrente no banco e quer economizar nas tarifas deve optar pelo “Rol de Serviços Essenciais”, no qual o correntista tem o direito de usar alguns serviços bancários gratuitos.

tarifa
FINANÇAS | Pacote prevê quantidade pré-determinada de serviços gratuitos / Foto: Divulgação

nnEsse direito do correntista existe desde novembro de 2010, quando o Banco Central instituiu que todo banco é obrigado a oferecer uma quantidade pré-determinada de serviços gratuitos definidos como pacote de serviços essenciais.

nnIsso quer dizer que ao abrir a conta corrente, basta pedir a adesão ao “Rol de Serviços Essenciais” para não pagar a taxa de manutenção mensal, o que pode ajudar a economizar, evitando gasto desnecessário com pacotes ofertados pelos bancos.

Denúncia

nnApesar de obrigatória a sua oferta, os bancos podem dificultar ao máximo a vida do consumidor que deseja o pacote gratuito. Quem quiser utilizar o serviço e encontrar resistência da instituição financeira deve denunciar ao Banco Central e ao órgão de defesa do consumidor de sua cidade

nnÉ importante salientar que esse pacote abrange uma quantidade limitada de operações. Caso ultrapasse o limite, o cliente será cobrado por isso. Mas ainda assim pode ser vantajoso para quem usa pouco a conta. Confira abaixo o que compõe o Rol e o limite de vezes que cada serviço poderá ser utilizado.

‘Rol de Serviços Essenciais’

  • Cartão com função débito
  • Receber a segunda via do cartão de débito, exceto nos casos decorrentes de perda, roubo, furto, danos emitente
  • Realização de até quatro saques, por mês, em guichê de caixa, inclusive por meio de cheque ou de cheque avulso, ou em terminal de autoatendimento
  • Realização de até duas transferências de recursos entre contas na própria instituição, por mês, em guichê de caixa, em terminal de autoatendimento e/ou pela internet
  • Dois extratos, por mês, contendo a movimentação dos últimos 30 dias por meio de guichê de caixa e/ou terminal de autoatendimento
  • Realização de consultas mediante utilização da internet
  • Receber, até 28 de fevereiro de cada ano, do extrato consolidado, discriminando, mês a mês, os valores cobrados no ano anterior relativos a tarifas
  • Compensação de cheques
  • Dez folhas de cheques por mês, desde que o cliente reúna os requisitos necessários à utilização de cheques, conforme a regulamentação em vigor e condições pactuadas
  • Prestação de qualquer serviço por meios eletrônicos, no caso de contas cujos contratos prevejam utilizar exclusivamente meios eletrônicos.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.