Anúncios
Ir para conteúdo

Tragédia

Corpo de bebê de 4 meses que morreu em seu primeiro dia de escolinha infantil em Campinas é sepultado na manhã desta quinta-feira, em Paulínia

 

nnO corpo da bebê de 4 meses que morreu em seu primeiro dia de escolinha infantil em Campinas será enterrado na manhã desta quinta-feira, dia 10, no Cemitério Municipal de Paulínia. A família de Emanuelle Calheiro Maciel mora no bairro DIC I, em Campinas.

nnEmanuelle morreu na tarde desta terça-feira, dia 8. Ela passava pelo período de adaptação e ficaria das 13h às 15h na Escola Casinha do Saber, na Rua Barão de Jaguara, na região central de Campinas. Mas quando a mãe Cleide Aparecida Calheiro Maciel, 39 anos, foi pegá-la, estava com os lábios roxos e sem reação.

emanuelle2
TRISTEZA | A menina Emanuelle Calheiro Maciel, de apenas 4 meses / Foto: Álbum de família  

nnDe acordo com a família, a mãe correu com a criança a pé para o Hospital Casa de Saúde, que fica a duas quadras da escola, onde foi confirmada a morte. Foi registrado um Boletim de Ocorrência de morte suspeita na 2ª Delegacia Seccional de Campinas e as investigações serão feitas pelo 1º Distrito Policial.

nnNesta quarta-feira, dia 9, o atestado de óbito de Emanuelle confirmou sua morte por engasgamento. O atestado, assinado pelo médico Frederico Giovannetti, da Casa de Saúde, aponta “broncoaspiração maciça por alimento”, mas não revela se foi causado por leite ou outro alimento dado a bebê.

emanuelle
TRISTEZA | Atestado de óbito confirma morte da bebê por engasgamento / Foto: Reprodução 

nnA Prefeitura de Campinas adiantou que a unidade não tinha alvará de funcionamento nem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Ela enviará um fiscal ao local para tomar as medidas cabíveis. A polícia vai tomar o depoimento de todos. A direção da escola ainda não se pronunciou sobre o caso.

nnEnquanto comprava fraldas no Centro de Campinas para esperar dar o período de duas horas, Cleide chegou a enviar mensagem para a escolinha para saber da filha. Recebeu a resposta que estava tudo bem e fotos de Emanuelle no colo de monitora.

creche
TRISTEZA | Escola Casinha do Saber, na região central de Campinas / Foto: Reprodução

nnA família contou que, quando a mãe foi buscar Emanuelle, ninguém da escola percebeu que a criança estava desacordada nem sabia fazer as manobras de reanimação cardio-pulmonar (RCP). Apenas balançavam a bebê. Nem carro para socorrê-la havia no local.

nnCleide e a diretora da escolinha foram a pé, correndo, para a Casa de Saúde, mas já era tarde. A Escola Casinha do Saber foi escolhida pela mãe porque teve boas recomendações e ficava a cinco minutos de seu trabalho. Emanuelle era filha única de Cleide e de José Valdevino Maciel.

 

Última alteração em 10 de agosto de 2017 às 5h30

Categorias

Cidades

Tags

,

Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.