Ir para conteúdo

Sai de retro

Sandro Caprino, vice-prefeito de Paulínia, anunciou na tarde desta quinta-feira que decidiu se afastar do governo Dixon Carvalho (PP) por ‘má gestão’

 

nnO vice-prefeito Sandro Caprino (PRB) anunciou nesta quinta-feira, dia 11, seu afastamento do governo Dixon Carvalho (PP), cinco meses após assumirem a Prefeitura de Paulínia. Ele disse que tomou a decisão após ouvir a população nas ruas, pela “má gestão” do prefeito e por nunca ter sido escutado pelo pebista.

nnCaprino avisou que continuará no cargo de vice-prefeito e seguirá trabalhando em seu gabinete no Paço Municipal. Adiantou que, se for impedido de entrar na Prefeitura, irá dar expediente nas ruas. Para ele, com o afastamento terá mais liberdade para cobrar o governo municipal e negou que fará oposição ao pebista.

caprino
POLÍTICA | O advogado Fábio Martins, Sandro Caprino e Paulo Motta / Foto: Reprodução

nnA decisão de Caprino foi revelada durante entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (11), no Hotel Íbis, em Paulínia. Ao seu lado, estavam o presidente do PRB na cidade, Paulo Motta, e o advogado Fabio Martins, que defende o vice-prefeito e também o seu partido político.

nnO vice-prefeito criticou Dixon pela demora na tomada de decisões, por erros em suas ações e pela falta de habilidade para resolver os problemas. Citou como exemplo a crise na limpeza pública, na merenda escolar e na área da Saúde. Para ele, a cidade não vem sendo administrada como o combinado durante a campanha eleitoral.

nnCaprino reclamou que pessoas competentes e que lutaram para a eleição de Dixon foram deixadas de lado na hora da composição do governo municipal. No lugar delas, reclamou o vice-prefeito, assumiram até adversários políticos.

Rusgas

nnA relação de Dixon com Caprino começou a azedar após o vice-prefeito ter seu nome envolvido em um suposto plano para tirar o pebista da Prefeitura no caso dos dois pedidos, que foram rejeitados na Câmara, para investigar o prefeito por irregularidades nos contratos emergenciais do lixo e da merenda escolar.

nnCaprino negou o rótulo de traidor e falou que quem não cumpriu os compromissos da campanha eleitoral foi Dixon. O vice-prefeito afirmou que resolveu falar agora, e se afastar do governo, para não ser depois acusado de conivente com as decisões que classificou de equivocadas dessa Administração municipal.

Resposta

nnA assessoria de imprensa da Prefeitura de Paulínia informou que Dixon passou o dia atendendo demandas de governo e trabalhando “em questões de ordem maior”. “Portanto, ainda desconhece o teor do que foi explanado pelo vice-prefeito e se manifestará a respeito quando julgar pertinente”, completou a nota.

 

Última alteração em 12 de maio de 2017 às 00h35 

Categorias

Política

Tags

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.

7 comentários em “Sai de retro Deixe um comentário

  1. Carlos Nunes disse:

    Caprino quer passar a idéia de injustiçado, mas todo mundo conhece seu passado na cidade. A verdade é que o povo de Paulínia tem que deixar de vender seu voto por esmola ou por promessas políticas ridículas. Dixon foi expulso de seu antigo partido, tem suas contas investigadas pela justiça e mesmo assim o povo acreditou nele, assim como acreditou em Edson Moura, tá na hora do povo deixar de ser idiota.

  2. Pingback: Saída do mês
  3. Pingback: Mais um
  4. Pingback: Novo alvo
  5. Pingback: Ai, ai, ai…
  6. Pingback: Em onze meses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.